Lourdes konishi portal floral 2019 a

 Por Lourdes Konishi (Terapeuta)

A semente é a formação dos vegetais superiores, responsável pela perpetuação das espécies. Em outros termos, podemos dizer que a semente, é o óvulo fecundado e desenvolvido.

Por disseminação, entendemos a dispersão das sementes pela superfície do globo terrestre.

Muitos fatores favorecem ou participam diretamente deste fenômeno, sendo chamados de agentes disseminadores, são eles: ventos, água, animais, pássaros, o próprio fruto e o próprio homem.

 

Chama-se germinação ao conjunto de fenômenos que ocorrem na semente, para dar origem a um novo vegetal.

Deste processo, resulta a formação de uma nova planta, da mesma espécie. Por exemplo, da germinação da semente do limão, resulta um novo limoeiro.

Na germinação da semente, interferem fatores   externos ou extrínsecos - São os que dependem do meio onde a semente foi colocada. Os mais importantes são: umidade, oxigênio e temperatura. E os fatores internos ou intrínsecos  - São os que dependem unicamente da semente.

 

cafecomsabedoria portal floral 2019 a

 

AS SEMENTES – Primeira tarefa da Psique.

Esta tarefa se associa com a vida atarefada da mulher.

Cada dia é como ter que separar uma montanha de semente.

 

As sementes e a mulher

Aqui podemos perceber uma grande qualidade feminina que é a de pacientar-se e esperar uma solução e que podemos chamar de resignação.  

A mulher é assim e talvez tenha aprendido isso com o processo da gestação em que tem de pacientemente aguardar durante todo o processo da gravidez até que, naturalmente, chegue o momento do nascimento.

A mulher, quando bem estruturada, espera que algo de seu interior lhe oriente e lhe dê coragem.

Um homem pode conseguir agir assim se permitir a manifestação de seu lado feminino.

A mulher de maneira alguma é passiva ao fazer isso, ela é sim, receptiva.

Sobre a montanha de sementes: imaginemos agora uma mulher diante da montanha de afazeres que tem em seu dia: as inúmeras tarefas do lar, muitas após um dia de serviço externo, o cuidar das crianças, o cuidar do marido, o isso, o aquilo…

Johnson cita o exemplo de que em qual lar nunca ecoou estas palavras: Mãe, onde é que esta o outro par da meia?”.

 

Esta capacidade de lidar com montanhas de sementes faz parte da natureza feminina, característica que já não faz parte da natureza masculina que só consegue se concentrar em um ponto de cada vez.

A mulher tem a sua natureza-formiga altamente desenvolvida.

 

Porém, muitas vezes, a mulher é sobrecarregada de tarefas e nesta hora precisa saber diferenciar e selecionar criativamente.

Já esta diferenciação e seleção fazem parte da natureza masculina e a mulher pode conseguir agir assim permitindo a manifestação de seu aspecto masculino, seu animus.

Muitas vezes na vida é necessário que se estabeleça uma prioridade, uma organização, ou seja, discriminar, selecionar.

 

Esta função fria, seca e racional é uma característica masculina e o animus pode auxiliar o ego para agir desta forma.

A mulher moderna se rebela contra essa função de selecionar e quer tudo o tempo todo, mas esta função é muito importante para que ela se desenvolva.

Além de ser a manifestação de seu animus que lhe permitirá mediar seu consciente e seu inconsciente como também seu mundo interior e seu mundo exterior.

Outra função vital do animus da mulher é ser a chave da sua vida espiritual assim como a anima é para o homem.

O componente masculino na personalidade tanto masculina quanto feminina é que determina a relação com o mundo exterior, porém também é o componente feminino tanto nos homens como nas mulheres que lida com o mundo interior.

O feminino na mulher ou a anima no homem é quem faz a ponte do inconsciente para o consciente. Por isso é que culturalmente o homem exerce mais o papel daquele que cuida e protege a família do mundo exterior enquanto que a mulher exerce o mesmo papel só que em relação ao mundo interior.

Um casal que consegue uma relação em que ambos se desenvolvem caminhará para que os dois consigam exercer bem os dois papéis. Mas, infelizmente, o que acontece atualmente é que os dois fixaram os olhos no mundo exterior e o mundo interior ficou negligenciado e isto acarretou a vulnerabilidade da família.

 

A mulher que se dispor a exercer o papel que sua natureza lhe conferiu será de extrema importância para a família e para o próprio mundo.

A primeira tarefa de Psiquê fala do fortalecimento da qualidade feminina da resignação e do desenvolvimento da capacidade de discriminar e selecionar.

 

Segundo Jung (1981), a personalidade é uma semente que só pode se desenvolver em pequenas etapas durante a vida. Acrescenta que não é a criança, mas o adulto que pode alcançar a personalidade como fruto de uma vida cheia, orientada para este fim

 

Cultive a sua mente como se fosse o Jardim do Paraiso.

A felicidade cresce no jardim de nossa mente. Cuide, diariamente, com muito amor e carinho, do jardim que há dentro de você.

Consegue se lembrar do sabor e da cor dessas coisas? O cheirinho gostoso que flui da terra, logo após uma repentina chuva de verão, lhe agrada? Você já parou para pensar o que acontece quando planta uma semente? Você cava um buraco, coloca um minúsculo grão dentro dele, cobre com um monte de terra, adiciona um pouco de fertilizante, rega regularmente e, em pouco tempo, verá o quão forte ela se torna, não é mesmo? Apesar de muito pequena, a semente conseguirá vencer um monte de terra muitas vezes mais pesada que ela. 

 

Não há nada mais excitante que uma ideia que cresce com sentimento concreto, tangível e real. 

Saiba que o processo de uma vida feliz não é diferente. A felicidade cresce no jardim de nossa mente. 

 

Cuide, diariamente, com muito amor e carinho, do jardim que há dentro de você. Que tipo de pensamentos você tem plantado? Que sementes você tem selecionado para a sua mente? Tem sido atento ao seu estoque de ideias e atitudes? Elas estão frescas? São fartas em todas as áreas de sua vida? Há estoque suficiente de boas sementes para garantir colheita exuberante? Lembre-se de que "se plantar sementes colherá alimentos e se plantar flores colherá perfumes, porém se você plantar ventos colherá tempestades". 

Nunca deixe de cultivar sementes do bem no jardim de sua mente. Ofereça a elas os melhores fertilizantes e água em abundância. Não permita que pragas impeçam o seu crescimento. Você não poderá ser feliz se não cultivar os bons pensamentos. Quando você desenvolver boas ideais, a sua capacidade de compreender, perdoar e amar será ampliada e você sentirá uma satisfação tão intensa que será impossível descrever. 

 

Não existe sentimento maior que a satisfação e a alegria que vem com uma colheita abundante. 

Mas, como em todas as plantações, cultivar sementes selecionadas, garantindo-lhes todos os cuidados necessários, não basta para proporcionar uma colheita magnífica. É preciso combater as ervas daninhas que costumam crescer e se fortalecer mais rápido do que as boas sementes. O mesmo ocorre com o jardim de sua mente, onde os pensamentos negativos se desenvolvem com maior abundância, mais fortes e rapidamente quando você os ignora ou alimenta. Para evitá-los, você terá que ficar vigilante e combatê-los com rigor e persistência. Lembre-se que não fazer nada é uma opção consciente, que, naturalmente, terá consequências. Aliás, estudos demonstram que pessoas que se sentem muito abaladas com perdas importantes, e que nada fazem para renovar as suas crenças, acabam convivendo com turbulências ainda maiores. 

 

Saiba, no entanto, que cultivar uma plantação de qualidade requer trabalho árduo e constante. Portanto, desenvolver uma mente saudável e brilhante não é diferente. Você vai precisar mantê-la em atividade e isso se consegue lendo bons livros, ouvindo mensagens de otimismo, estudando, participando de palestras, seminários e, principalmente, "plantando" pensamentos positivos. Só assim você manterá a sua mente em constante progresso. 

 

"A humildade é o primeiro degrau na escala da sabedoria"   Sócrates 

Entretanto, para que o nosso estoque de ideias se expanda e haja desenvolvimento eficaz, temos que manter uma trajetória humilde. De nada adiantará todo o conhecimento do mundo se formos arrogantes ou prepotentes. Além disso, podemos estar certos de que não importa muito a distância que desejamos percorrer, pois não há limites para desenvolver e aprimorar a beleza do jardim que há dentro de nós. De outra forma, é imperioso entender que o crescimento não deve ser somente visando o proveito próprio, mas também para garantir que a nossa colheita possa proporcionar alegria, conforto e bem-estar ao próximo. 

 

É assombroso como a nossa mente está alerta para absorver coisas novas e admiráveis de uma vida abundante. Todos temos motivos para ficar entusiasmados e excitados a respeito dos processos encantadores que iniciam quando plantamos pequenas sementes de fé, amor e compaixão no jardim de nossa mente. Não existe melhor caminho para a felicidade que não seja uma mente bem cultivada.

 

Fertilize-a hoje e verá o quão rápido brotarão novas ideias fazendo com que o seu coração transborde de felicidade.